E se fosse consigo?

Imbicto leitor,

A semana vai fraquinha. Tema é coisa que não se apura, por enquanto. E daí…

Ó gajo!? Tu, sim, tu, que estás aziado com mais uma época decepcionante e que te arvoras ao direito de legitimar o teu “verborrial” disparate de não te importares com a derrota, ou com o empate do FCP, nessa necessidade de não voltar a ver o clube (moulin) rouge  suceder-se a si próprio como líder e rompedor de hegemonias propaladas pelos me(r)dia… Tu, sim, tu, que de te achares merecedor de título “Portista” cais no ridículo do traidor da sua cultura – como um filho que se dedica a pastorear lobos em substituição do rebanho do pai.

Francamente, não me admira. O mundo está uma merda. Não é um problema do universo portista. Não há valores, não há cultura, há, sim, uma necessidade de dizer, aqui e agora, nem que seja algo parvo. Mas dizes-te Portista… Na realidade, serás mais “odiatista” – daquele de estimação prefixa que prefere aniquilar a própria vida a ver acontecer o que o estado de vigília oferece em raiva.

Agora, anda por aí um p(r)ograma um tanto quanto enviesado… Se fosse contigo, claramente preferirias ver o Porto perder pontos a ver o (en)grandioso voltar a ganhar o campeonato; se fosse comigo, preferiria ver o Porto espetar cinco ao Bruninho de forma “engraçade”, de preferência, sem a companhia de um assobiador que possa reprovar tal acontecimento. Se fosse contigo, continuarias a pagar as quotas e a mostrar o cartão ostensivamente, ou a dizer-te Portista, mesmo que o Portismo seja a antítese de claudicar no irremediável; se fosse comigo, mandava-te para o ….. mais velho arejar as ideias, fazendo uma viagem patrocinada pelo Júlio (o Verne, claro) de descoberta de ti mesmo e do teu lugar Neste Mundo: o do FC Porto. E quando voltares, pode ser que seja cedo, porque para partires já é tarde.

É dar cabo deles, no sábado…

Imbicto abraço!

Anúncios

2 thoughts on “E se fosse consigo?

  1. Caro Imbicto!
    Eis aqui a minha resposta:
    Esta é uma prosa assertiva, a apelar ao brio dos portistas, se bem entendi… Mas vamos ao que interessa:
    1 – Por muito que nos custe, na minha opinião de descontente com o fiasco desta época futebolística, as conclusões (por exemplo) do pipa em A Bola, têm alguma lógica…
    2 – E de quem é a culpa? Quem é o responsável pelo fiasco? Pinto da Costa, claro…
    Aliás, esta mesma conclusão já veio escarrapachada numa das crónicas p.p. do Pedro Marques Lopes, onde ele afirmava que: se as vitórias têm de ser atribuídas a Pinto da Costa, as derrotas também…
    3 – Relativamente ao jogo com os viscondes falidos, e, não me interessa se contribuímos para entregar o título ao Benfica, temos de ganhar, por várias razões:
    a) Não suporto a prosápia bacoca do mister Chiclete…
    b) Idem aspas aspas do Bruno de Carvalho
    c) Preservar e consolidar o prestígio do FC Porto

    Abraço

    Armando Monteiro
    http://www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s