A “propaganda” dos 100 milhões e as comparações

Imbicto leitor,

É oficial:

«A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, nos termos do artigo 248º nº1 do Código dos Valores Mobiliários, vem informar o mercado que chegou a um acordo com a Juventus Football Club para a cedência, a título definitivo, dos direitos de inscrição desportiva do jogador profissional de futebol Alex Sandro, pelo valor de 26.000.000 € (vinte e seis milhões de euros). 
O Conselho de Administração»

É hábito nosso divulgar este tipo de “propaganda” – termo utilizado por António Tadeia, no seu último artigo relativo ao FC Porto – numérica em relação a valores absolutos de transferência. Não vejo os comentadores, os jornalistas, os analistas e essa gente que sobra em todo o mundo do futebol a preocuparem-se com vendas a duplicar, ou percentagens líquidas resultantes dessa venda bruta, exclusivamente para o clube, quando se trata de outros.

É facto adquirido e nunca escondido, em especial pelo presidente, que sempre deixou bem claros os contornos de muitos negócios – ou não fossem as comunicações anteriores à CMVM exemplo disso, com o pormenor percentual da alienação.

É pena. E depois, para agravar o meu lamento, vêm as comparações como esta:

tweet

Caro Sérgio Pereira, tal como disse em “retweet“, pelo menos temos uma base de comparação superlativa; um comparativo de superioridade. Ao contrário de outros, onde isso nem sequer é possível, melhor ou pior, quem cá fica não será mau, com toda a certeza… E se pode ser comparado com antecessores ditos superiores em valia e talento, é porque se exige não menos que isso… Se “ficam a perder”, espero que sirva de conforto e de esperança!

Resumindo e concluindo, não há maior ou melhor propaganda do que esta: a da realidade que não se escamoteia. O resultado, esse, desportivo, ou financeiro, vai-se vendo nos passivos e nas valias desportivas de carácter internacional, onde se afere realmente o valor competitivo de uma equipa. Há que dar valor a quem se regenera como o Dragão o faz, a exemplo do que acontece de fora para dentro deste rectângulo de terra possuído.

Imbicto abraço!

Anúncios

2 thoughts on “A “propaganda” dos 100 milhões e as comparações

  1. Sérgio Pereira é exímio……. a constatar o óbvio.

    O que também não admira, não fosse este discípulo de La Palisse, autor de obras como esta:

    http://www.fnac.pt/Ninguem-Para-o-Benfica-Sergio-Pereira/a885077

    Claro que Maxi e Cissokho não são Danilo e Alex Sandro. Se fossem, seriam eles a sair e não os brasileiros. Aboubakar também não é o mesmo que Jackson. E Jackson não era o mesmo que Falcao. Enfim, há certos tipos de dor que são indisfarçáveis, caro Imbicto.

    Alguém diga a essa personagem que tentámos Eliseu e Sílvio, mas ninguém nos atendeu o telefone.

    Maior abraço,

    Drax / http://calcanhartrivela.blogspot.pt/

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s