Dias de espera…

Dias de espera…

Refugiado em ´sperança,

Esper´outra primavera.


Dias de espera…

A dias do fim,

Reza o ´pasquim´ 

Que não recupera.

vilarinho acredita

in Record


Dias de espera…

Querendo deslize.

Triunfo em reprise,

Ai quem me dera!

Quem me dera…


Dias de espera…

Querendo o crer;

Sem saber,

Desespera!


Dias de espera…

Loucamente acreditando,

Em malho d´ #andor tombando,

Redime-te lá, ó cigano!

Desse beijo de compreensão severa.


Dias de espera…

Que desespera,

Aconteça o que acontecer,

Antes de ser, já o era:

Portista doente,

De sangue quente,

Para comer a pele da esfera.


Dias de espera…

Dias de espera…

Dias de espera…

Se não ganhares outra vez,

Cá estarei, em A-gosto mês.

Pudera…

Esta tua voz que vocifera!


Imagem de capa: Google – Cellc

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s