Breves | Assobiar a mística: o estranho caso de Tozé e do adepto sem boné

Longa não será esta posta.

Depois do que ontem vi,

Desconheci

A ideia que nos blogues s´encosta:

A da “mística à Pinto da Costa”.



Acção,

Reacção!

Saudade…

De outros humilhação

Pela nossa humildade.


Não sei se carregas em ti o brasão da cidade.

Adepto, amante, jurado,

Entende-te a ti o que queres dado:

Se mentalidade da casa;

Ou antes brilho de estrangeira asa.


Tu, que ontem assobiaste a ti mesmo,

Devias achar-te lesmo

De convicção.

Pois não queiras boa comida

Quando mordes quem ta dá pela mão.


Que se decida a mente!

Não se assobie, descontente,

Quem tudo faz para voltar à gente

Símbolo desse pedido que fazes, clemente!


Já agora e encerrando:

Que dirias tu,

Se a outros visses fazer o que aos nossos queres, a mando…?

Queda-te a isso, pensando…


Imagem: FC Porto – Celebração do golo de Tozé frente ao Sporting B, no ano passado.

goço do tozé

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s