As pupilas do Senhor Héctor

herrera rr

“Antes”: in RR – Bola Branca, 25 de Janeiro de 2013


Quem te viu e quem te vê…

Quando ontem nada jogavas,

A outros voos aspiravas,

Carregando o clichê.


Quem te viu e quem te vê…

Vinhas de férias…

Eras de fracas artérias,

Não te sonharia hoje,

De devoção, monge,

Em palavras que se lê.


Quem te viu e quem te vê…

Chuto, passe enrolado.

“Ó gajo! Olha pó lado!!!”

Jogada fraca, remate quebrado.


Quem te viu e quem te vê…

Não sei se ensinado foste.

Certo serias burro que nem um poste,

Se não devotasses o ´fê-quê-pê´!


Quem te viu e quem te vê…

Pupilas abriste em par.

Começaste, finalmente (!)

A jogar de forma decente!

Não seria agora tempo d´outro sonhar?


Quem te viu e quem te vê…

Incansável no pulmão.

Interages já sem olho no chão,

Remate forte!

De certa colocação.


Quem te viu e quem te vê…

Fingida paixão!?

Talvez…

Mas que te fies de vez!

Que desmesurada ambição,

À partida ainda sem aprovação,

É destino de fraca rês.


Quem te viu e quem te vê…

Capitão

Viste onde chega a dedicação?

Em grande calhaste nos bês,

Agora chegas de vez

A titular condição.


Quem te viu e quem te vê…

Espero que desta tenhas e a outros dês

Como aprendida tão comum lição…

Viste agora, sem pudor?

De saudável, mas pedagógica contradição,

Assim são as pupilas do Senhor Héctor…


herrera o jogo

“Depois”: in O Jogo, 28 de Março de 2015

Imagem de capa: siempre889.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s